Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




VOU CORRER O RISCO

por Thynus, em 24.04.17
Se você é um ser humano (como deve ser), provavelmente raciocina sobre probabilidades, pelo menos subconscientemente, a todo segundo do dia. Sempre que entra no seu carro, acende um cigarro, dá um passo ou rouba uma loja, está levando em conta as probabilidades em relação a batidas, câncer, buracos ou a morte num tiroteio.
Mas do que exatamente estamos tratando quando falamos que as coisas são “prováveis” em vários graus? Quando falamos (por exemplo) que “existe 50% de probabilidade de que esta moeda caia do lado cara”?
Queremos dizer que, se jogarmos duas vezes, ela vai cair uma vez coroa e outra cara? Certamente não. Moedas “honestas” – com uma probabilidade de que 50% caiam do lado de cara – podem terminar saindo coroa duas vezes seguidas.
Quer dizer que se jogarmos a moeda cem vezes, ela vai terminar saindo cara precisamente 50 vezes? Mais uma vez, não, porque uma moeda poderia com perfeição cair em uma proporção 51-49, ou 55-45, ou, pior, cem vezes da mesma forma.
Queremos dizer que ela vai provavelmente cair 50 vezes (de cada cem) do lado da cara? Talvez, mas isso não responderia a nossa pergunta original – porque se não sabemos o que significa dizer que algo é 50% provável, não saberíamos o que significa dizer que vai “provavelmente” cair 50 vezes do lado cara.
Estamos dizendo que, se jogássemos a moeda um número infinito de vezes, a quantidade de vezes que sai cara seria igual à que sai coroa? Um problema aqui é que sempre que o número de caras se igualasse ao número de coroas, a próxima jogada perturbaria a proporção – então haveria muitos pontos nos quais eles não seriam iguais. Mas isso não afastaria nossa afirmação de que existe uma probabilidade de 50%.
Podemos pensar em probabilidades o tempo todo. Mas quando realmente pensamos nelas, nem sabemos o que queremos dizer com isso. O que não é nada bom.
Provavelmente.
 
 
(Andrew Pessin - Filosofia em 60 segundos : expanda sua mente com um minuto por dia!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:11



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D