Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




UM VÍCIO INCONVENIENTE

por Thynus, em 24.04.17
Tenho um problema com pipoca de cinema. Consigo satisfazer meu vício em doces em qualquer lugar, mas só no cinema é que consigo aplacar meu vício em pipocas. Também acredito firmemente que você deveria tentar fazer algo de bom para esse mundo.
E esse é precisamente o problema.
Pense no dinheiro que você gasta sempre que vai ao cinema e, em seguida, pense naqueles comerciais que sempre vê na televisão: crianças famintas chorando, com olhos arregalados, olhando para a câmera enquanto afirmam que uns poucos centavos por dia poderiam evitar que essa criança morresse de fome. Você fica tocado, acaba decidido – e mesmo assim termina dando risadas com o último sucesso de Adam Sandler.
Está gastando um monte de dinheiro mastigando pipoca enquanto há crianças literalmente morrendo.
É fácil racionalizar seu comportamento. “O que meu dinheiro poderia fazer contra todos os problemas do mundo?” Resposta: poderia salvar a vida de uma criança. “Ei, faço muitas coisas boas, faço doações para caridade, dedico meu tempo. Não posso ir ao cinema de vez em quando?” Resposta: você sempre poderia fazer mais. A sua noite no cinema vale a vida de uma criança? “Como posso ter certeza de que meu dinheiro vai fazer algo de bom?” Resposta: pare de ir ao cinema e se envolva no trabalho de organizações relevantes.
Na verdade, é muito difícil justificar sua noite no cinema. Ou sair para jantar. Ou comprar roupas novas. Ou quase tudo que fazemos. Se todos nós cortássemos um pouco nossos luxos e direcionássemos nossos recursos, seria possível fazer um excelente trabalho no mundo. Vejamos o aquecimento global, por exemplo. Se todos que viram o filme Uma verdade inconveniente, de Al Gore, tivessem direcionado o dinheiro da pipoca para o problema de alguma maneira, talvez o filme não tivesse sido necessário.
Oh, espere um pouco – tem um novo filme de Steve Martin estreando!
 
 
(Andrew Pessin - Filosofia em 60 segundos : expanda sua mente com um minuto por dia!)

O vício do telemóvel

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:26



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D