Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




PRATIQUE A REGRA DOS 30 SEGUNDOS

por Thynus, em 15.09.14
Aquele que espera para fazer várias boas ações
de uma só vez nunca vai fazer nada.

SAMUEL JOHNSON
Uma das mais importantes lições de John sobre o que fazer para conquistar as pessoas é que, nos primeiros 30 segundos de conversa, você deve dizer algo encorajador.
John é mestre nisso. Recentemente, eu estava participando de uma reunião em uma de suas empresas. Ele entrou na sala e, em poucos minutos, disse palavras de incentivo a cada um de nós.
"David, fiquei sabendo que você se superou hoje de manhã naquela videoconferência."
"Larrv, você está fazendo a empresa causar uma ótima impressão naquela consultoria em Denver. Obrigado."
"Kevin, acabei de ver os números de abril. Ninguém no mundo vê e agarra uma oportunidade como você."
"Les, estou feliz que tenha conseguido se juntar a nós hoje. Tenho certeza de que você vai acrescentar muito à discussão."
John agiu de maneira sincera e espontânea, e sua atitude não pareceu exigir esforço algum. Como eu estava tentando aprender mais sobre suas estratégias para estabelecer bons relacionamentos, depois da reunião pedi que me explicasse melhor o que tinha feito. Foi quando ouvi pela primeira vez a expressão "a regra dos 30 segundos".
"Aprendi isso com meu pai", disse John. "Anos atrás, ele foi diretor de uma universidade. Nós costumávamos andar juntos pelo campus e lembro que papai parava várias vezes para conversar com
os alunos e sempre tinha alguma palavra de incentivo para lhes dizer. Quando eu sentia vontade de reclamar, olhava para o rosto daqueles estudantes e percebia que meu pai havia semeado algo de
bom neles." John me contou que hoje em dia seu pai colhe os frutos que plantou: muitos ex-alunos viajam de vários cantos do país só para vê-lo, o que é muito gratificante.
"Meu pai me ensinou grandes lições. Ele é um líder incrível", disse John. "Pratico a regra dos 30 segundos com todo mundo.
Certa vez, alguém me disse o seguinte: 'Seja gentil... cada pessoa que você conhece está lutando sua própria batalha.' Todos precisam ouvir algo de bom, um elogio estimulante para despertar suas esperanças e seus sonhos. Não custa nada fazer isso, e o resultado é extremamente positivo."
Quando conhecemos alguém, normalmente fazemos de tudo para ser admirados. O segredo da regra dos 30 segundos é reverter essa prática. Ao se relacionar com outra pessoa, em vez de se concentrar em si mesmo, você deve fazer com que ela se sinta admirável.
Todos os dias antes de encontrar meus amigos, colegas de trabalho ou colaboradores, penso em palavras de incentivo para lhes dizer. Posso agradecer-lhes por algo que fizeram. Posso dar os parabéns por alguma conquista. Posso exaltar uma qualidade que possuam. Ou simplesmente elogiar sua aparência. A prática não é complicada, mas exige tempo, dedicação e disciplina. Por outro lado, o impacto positivo que produz nas pessoas é altamente recompensador.
Se quiser incentivar os outros praticando a regra dos 30 segundos, lembre-se do seguinte:
Atenção, afirmação e admiração fazem qualquer um se sentir melhor. Da próxima vez que entrar em contato com uma pessoa, dê a ela atenção exclusiva durante os primeiros 30 segundos. Afirme o valor dela e demonstre sua admiração de alguma forma. Então observe o que vai acontecer. Você se surpreenderá com a reação positiva.
E, se tiver problemas em manter o foco no outro em vez de em si mesmo, as palavras de William King podem ajudá-lo: "Um fofoqueiro é aquele que fala sobre outras pessoas. Um chato é aquele que fala sobre ele mesmo. E um interlocutor brilhante é aquele que fala sobre você."
O psicólogo Henry H. Goddard conduziu um estudo sobre níveis de energia em crianças usando um instrumento chamado ergógrafo. As descobertas são fascinantes. Quando crianças cansadas recebiam um elogio, o ergógrafo indicava um aumento imediato de energia. Por outro lado, quando eram criticadas ou desmotivadas, o instrumento mostrava que a energia física delas despencava subitamente.
Talvez você já tenha descoberto isso intuitivamente. Quando alguém o elogia, seu nível de energia não sobe? E quando é criticado, o comentário não deixa você desanimado? As palavras têm grande poder.
Que tipo de ambiente você poderia criar se incentivasse sempre as pessoas? Você não estaria apenas motivando-as, mas também se tornaria um transmissor de energia. Ao vê-lo chegar, elas se iluminariam! Sua simples presença ajudaria a criar o tipo de ambiente que todos adoram.
Vince Lombardi, o famoso técnico de futebol americano dos Green Bay Packers, era um temido disciplinador. Mas também um grande motivador. Um dia, deu uma bronca em um jogador que errou vários bloqueios durante o treino. Mais tarde, ao irromper no vestiário, o técnico o viu sentado diante de seu armário, cabisbaixo e abatido. Lombardi deu um tapinha no ombro dele e falou: "Um dia desses, você vai ser o melhor da liga na sua posição."
O jogador era Jerry Kramer, e ele diz que carregou essa idéia positiva de si mesmo por toda a carreira. "O incentivo de Lombardi teve um tremendo impacto em toda a minha vida", disse Kramer. Ele entrou para o Hall da Fama dos Green Bay Packers e se tornou membro da Equipe All-50-Year da NFL (National Football League).
Todos precisam de um estímulo de vez em quando. Usar a regra dos 30 segundos ajuda a motivar as pessoas a ser e fazer o seu melhor. Jamais subestime o poder das palavras de incentivo.
• Motivação ajuda as pessoas que sabem o que devem fazer... a fazê-lo!
• Motivação ajuda as pessoas que sabem quais compromissos devem assumir... a assumi-los!
• Motivação ajuda as pessoas que sabem quais hábitos devem abandonar... a abandoná-los!
• Motivação ajuda as pessoas que sabem qual caminho devem seguir... a segui-lo!
Motivação torna possível realizar o que você deve realizar.
Um dos grandes efeitos da regra dos 30 segundos é que ela também traz benefícios para quem a aplica. Não é possível ajudar o próximo sem ajudar a si mesmo. Benjamin Franklin compreendeu essa verdade e incentivou outras pessoas com ela. Em uma carta a John Paul Jones, Franklin escreveu:
Daqui para a frente, se tiver a oportunidade de elogiar seus oficiais e amigos um pouco mais do que eles merecem, e assumir a responsabilidade por mais erros do que seria justo, isso servirá para transformá-lo mais rapidamente em um grande capitão. Criticar e censurar quase todos os seus pares irá diminuir o número de amigos, aumentar o de inimigos e, por conseguinte, prejudicar suas tarefas.

Se quiser que os outros se sintam bem consigo mesmos e felizes sempre que o virem, pratique a regra dos 30 segundos. Lembre-se: aqueles que nos valorizam nos atraem. Aqueles que nos diminuem nos afastam.

Psicólogos vêm estudando as "primeiras impressões" há décadas. Hoje em dia, já sabemos o que funciona e o que não funciona, se quisermos causar uma impressão duradoura e positiva. A regra dos 30 segundos é uma das mais eficientes maneiras de ter sucesso nessa área. Na pesquisa, isso é chamado de "efeito de primazia", e seu impacto inicial é muito importante para fazer com que as outras pessoas se sintam ligadas a você. (Wes Smith, Campos da esperança: Histórias reais sobre cura e cuidado de uma comunidade inspiradora. Nova York: Berkley, 2001).

Pare:
De tentar conquistar a admiração dos outros. Em vez disso, você precisa fazer os outros se sentirem admiráveis.

Pergunte:
Que palavras de incentivo posso dizer para cada pessoa que eu encontrar hoje?

Faça:
Ofereça a todos que encontrar o tratamento dos três "As" - atenção, afirmação e admiração

Lembre-se:
Nos primeiros 30 sequndos de conversa, diga algo positivo e encorajador.

(JOHN C. MAXWELL & LES PARROTT, PH. D . -25 maneiras de valorizar as pessoas )

JOHN C. MAXWELL é especialista em liderança e dá palestras para milhares de pessoas ao redor do mundo, ensinando-as a encontrar seu potencial. Ele é membro da EQUIP, organização sem fins lucrativos que se destina a treinar líderes. Maxwell é autor de mais de 30 livros.
LES PARROTT é professor de psicologia e fundador do Centro para Desenvolvimento de Relacionamentos na Seattle Pacific University. Ele dá seminários sobre relacionamentos em toda a América do Norte e faz palestras para platéias compostas por atletas, agências do governo, equipes militares e líderes empresariais de todo o mundo. Autor de quatro livros, Les freqüentemente colabora para jornais e programas de TV

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:46



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D