Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O reforço positivo

por Thynus, em 14.11.14
O primeiro dever de um líder é ser otimista. Como seu subordinado
se sente depois de uma reunião com você? Sente-se estimulado?
Se a resposta é negativa, você não é um líder.

Bernard Montgomery, marechal de campo britânico
durante a Segunda Guerra Mundial
 
Ninguém se lembra disso. Todo mundo parece esquecê-lo. Mas o reforço positivo sempre vence a crítica.
Pouco importa se você está adestrando golfinhos ou motivando os membros de sua equipe – o modo certo de fazê-lo é por meio do reforço positivo. Não se vê adestradores no Sea World batendo nos golfinhos com um bastão de beisebol quando eles não pulam nos arcos certos. Em vez disso, nós os vemos dando pequenos peixes aos golfinhos quando eles atravessam os arcos da maneira correta.
Por que não conseguimos nos lembrar disso?
Estamos ocupados demais perseguindo os problemas e criticando as pessoas que os criaram. É assim que a maioria dos gerentes “lidera”.
Na verdade, isso é uma armadilha do hábito. Certos procedimentos mínimos, porém, têm a capacidade de afastá-lo da armadilha.
Você pode, por exemplo, fazer uma pausa antes de mandar um email ou ligar para um dos membros da sua equipe e decidir que pequeno elogio pode lhe fazer.
O reforço positivo é poderoso quando se trata de orientar e modelar o desempenho humano. Essa revelação continua a nos surpreender, pois temos sido treinados por nossa sociedade a identificar o que está errado e consertá-lo.
 
(Steve Chandler e Scott Richardson - 100 maneiras de motivar as pessoas)
 
“Não há nada que o treinamento não possa fazer.
Nada está além de seu alcance. Pode transformar
a moral ruim em boa; pode destruir maus princípios
e recriar os bons; pode elevar homens a anjos.”

- MARK TWAIN
 
O primeiro princípio organizador de qualquer tipo de “Condicionamento de Sucesso” é o poder do reforço. Devemos saber que, para produzir de uma forma sistemática qualquer comportamento ou emoção, devemos criar um padrão condicionado. Todos os padrões são o resultado de reforço; de forma mais específica, a chave para criar a consistência em nossas emoções e comportamentos é o condicionamento.
Qualquer padrão de emoção ou comportamento que seja reforçado de um modo contínuo se tornará uma reação automática e condicionada. Qualquer coisa que deixamos de reforçar acabará por se dissipar.
Podemos reforçar nosso comportamento ou o de outra pessoa através do reforço positivo; ou seja, a cada vez que produzimos o comportamento que desejamos, damos uma recompensa. Essa recompensa pode ser um elogio, um presente, um novo privilégio etc. Ou podemos usar um reforço negativo. Pode ser uma cara amarrada, um barulho qualquer, até uma punição física. É fundamental compreender que o reforço não é a mesma coisa que punição e recompensa. Reforço é a reação a um comportamento imediatamente depois que ocorre, enquanto a punição e recompensa podem ocorrer muito tempo depois.

(Anthony Robbins - DESPERTE o GIGANTE INTERIOR)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:46


Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

subscrever feeds