Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Há muita controvérsia moral, claro. Mas também há muito acordo moral. Faça uma rápida lista com algumas ações que você acredita ser absolutamente boas e outra com ações que você acredita ser más em termos morais, e peça a um amigo para fazer o mesmo. Você e seu amigo provavelmente encontraram muitas ações iguais nas duas listas. Na verdade, no geral, é fácil gerar listas com as quais a maioria das pessoas concordará.
O que é mais difícil é explicar por que isso é tão fácil.
As listas não podem ser arbitrárias. Deve existir algo que todas as boas ações têm em comum para ser contadas como boas e algo que todas as más ações têm em comum. Bom, aqui apresento uma ideia: o valor moral de uma ação é determinado por quanta felicidade essa ação produz. Ações moralmente boas maximizam essa felicidade, ao passo que as más não conseguem fazer isso.
Tratar a felicidade como um valor moral fundamental faz muito sentido. Suponhamos que você pergunte a seu amigo por que ele escolheu estudar em certa faculdade. Ele poderia dizer que foi porque aquela faculdade vai ajudá-lo a conseguir um bom emprego. E por que ele quer isso? Porque quer comprar uma bela casa e muitas outras coisas legais. E por que isso? No final, ele vai dizer que é porque isso o fará feliz. Se você então perguntar por que ele quer ser feliz, seu amigo vai achar que você está louco. É porque tudo o que queremos, queremos por causa da felicidade que nos traz; mas queremos a felicidade por si só.
A felicidade é algo fundamental que valorizamos.
Alguns podem objetar insistindo que a moral deve, no final, ser traçada até Deus, mas nossa teoria é perfeitamente feliz (podemos dizer) com isso, se você acredita em Deus. Porque é presumível que um Deus benevolente quisesse os seres humanos felizes, portanto qualquer moral que Deus fornecesse aumentaria a felicidade humana.
Se não fosse assim, então isso seria algo realmente preocupante.
 
 
(Andrew Pessin - Filosofia em 60 segundos : expanda sua mente com um minuto por dia!)

Vale a pena largar tudo em busca da felicidade?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:22


Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

subscrever feeds