Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




MAQUIAGEM

por Thynus, em 17.05.15
 

Existe na natureza uma coisa chamada seleção sexual. Ela foi tema do primeiro livro de Darwin que falava da espécie humana. Na espécie dos pavões, quem escolhe é a fêmea. Um pavão tem que aparecer espetacular, e eles o são, a despeito de suas caudas serem uma enorme atrapalhação na hora de fugir dos predadores. As fêmeas são sem graça, mas não precisam de graça, são elas que escolhem.
Os cientistas descobriram que podiam maquiar um pavão, aumentando sua cauda com mais penas e penas mais compridas. Foi esse o pavão escolhido!
Na nossa espécie, homens e mulheres se maquiam, mas com finalidades diferentes.
A nossa diferença dos pavões é que neles só as fêmeas escolhem. Entre os Homo sapiens, ambos escolhem. E escolhem de maneira diferente, pois o desejo nos homens é despertado de um jeito, e nas mulheres, de outro.
O homem tem tesão visual. Seus olhos se atraem como por um ímã para seu objeto de desejo, que, uma vez achado, produz neles um início de preparação corporal para o sexo. Aliás, o método mais fácil de se saber a orientação sexual de um homem é verificando qual é seu ímã do olhar: uma mulher ou outro homem.
A mulher não tem tesão visual (apesar de cerca de 10% delas o terem, porque suas taxas de testosterona são mais altas e seus cérebros funcionam mais de maneira masculina). Seus olhos se atraem para o homem interessante. Interessante por vários critérios ligados à cultura. Se o homem interessante olhar para ela com desejo, aí sim, o desejo sexual da mulher é despertado, e seu corpo começa a se preparar para o sexo.
Certa vez dei uma palestra na Light sobre esse tema, e ao afirmar o que disse antes, um grupo de mulheres protestou que elas tinham, sim, tesão visual. Propus então um teste. Na plateia havia umas duzentas pessoas, apenas vinte homens. Disse: “Mulheres, imaginem duas fotografias. Uma é de um rapaz em seus vinte e poucos anos, muito bonito de rosto e corpo, completamente nu em frente a um fundo infinito. A outra é de um homem nos seus quarenta, têmporas grisalhas, de terno Armani, saindo do banco de trás de uma Mercedes com motorista. Agora levante a mão quem prefere o de terno Armani (150 mulheres ergueram o braço animadamente). Agora as do rapaz nu (dezoito se apresentaram, numa certeira comprovação estatística: eram do grupo da testosterona).
Critérios de seleção sexual em nossa espécie:
Os machos escolhem uma fêmea pelo visual que lhes desperta desejo, excitação sexual, pelas características que indicam fertilidade e bons genes para suas crias.
São elas: beleza (cujo principal critério é a simetria corporal, principalmente a facial); saúde (postura ereta; carnes abundantes e firmes, mas não tanto que pareçam masculinas, pois carnes firmes demais numa mulher sugerem excesso de testosterona, portanto, esterilidade; seios fartos para uma boa amamentação; quadris largos, para um parto fácil; mucosas rosadas, como o lábio e o leito das unhas; escleróticas límpidas – a parte branca dos olhos); juventude (essencial para a fertilidade, e isto, a partir do momento em que a jovem apresenta caracteres sexuais secundários, como peitos e quadris, por isso é tolice dizer que um homem é pedófilo por desejar uma menina assim de doze anos – ela já é capaz de ser mãe –, e antigamente muitas se casavam com essa idade). Não lhes importa tanto a origem social, a educação ou o requinte para que o desejo sexual lhes seja despertado. Para outros compromissos, a coisa é diferente.
Mas só ouvimos mulheres dizendo que o ideal é serem “durinhas”, secas como um varapau, e que usar esmalte verde e batom roxo é o máximo. Como se explica?
Elas estão seguindo uma moda ditada por homens que não se interessam por mulheres e competindo com outras mulheres. Para homens que gostam de mulheres, elas só se parecem doentes e estéreis, ou seja, não desejáveis.
Maquiagens mandam mensagens.
Mulheres: lábios inchados; batons rubros; unhas enormes; próteses mamárias gigantescas; roupas mínimas que mal seguram seus conteúdos; e seus congêneres dizem que ela está pronta para a guerra, nem que seja por uma noite. O contrário disso, ou seja, o low profile, da discrição, diz “eu sou confiável para a vida toda”. Qualquer maquiagem, afora o negro que circunda os olhos, se sair dos subtons do vermelho, dará a impressão de doença.
As fêmeas escolhem pelo visual que lhes desperta interesse (“Fulano é interessante”). Isso varia de tribo para tribo. Ao contrário dos homens, para elas, nunca será um homem nu. Ele pode estar vestido de Armani e comendo no Oister Bar ou tocando guitarra de jeans esfarrapado, cheio de tatuagens; ele precisa enviar seu contexto, ou não será considerado “interessante”.
Maquiagens mandam mensagens.
Homens: saiba a tribo que lhe interessa. Mauricinho? Porsche, cashmere no ombro e Rolex. Metrossexual? Ih, desculpe a ignorância, só sei que eles se depilam. E assim por diante...

(Francisco Daudt - A Natureza Humana existe. E como manda na gente)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:41


Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

subscrever feeds