Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Fora das árvores: 3 milhões a.C.

por Thynus, em 14.12.14
Era Terciária - Tempo antigo quando foi inventado o
número três. O Homo-Agachadus até ali, só
sabia contar até dois. Com a chegada do
número três ele se levantou, e de Homo-
Agachadus se tornou Homo-Erectus.

(John Fellinus - O DIÁRIO DE UM GAGO

Desde que o homo erectus ergueu a cabeça, ele passou a ter não apenas os membros anteriores livres para cuidar de seus interesses, ele pôde também transformar seu cérebro em um órgão maior. Este, em conseqüência, transformou-se na maior potência decisiva do corpo, tomando a iniciativa de dominar e domesticar todos os outros órgãos. "O pé deve (segundo o ditado) ir para onde a cabeça quer".
(Rüdger Dahlke -  A Doença como Linguagem da Alma) 
 

00000.jpg

A maioria das pessoas hoje em dia concorda com a teoria de que os seres humanos descendem dos macacos, com exceção de uma ruidosa minoria de fundamentalistas cristãos no meio-oeste americano, que parece ter evoluído dos emus. A transição entre o macaco e o homem ocorreu há 3,2 milhões de anos por volta das 7 horas da manhã, quando uma jovem macaca precoce chamada Lucy decidiu descer da árvore e ficar em pé sobre as duas pernas pela primeira vez, imediatamente nocauteando a si mesma ao se chocar contra um galho baixo. Esse foi apenas o primeiro de muitos infortúnios evolucionários que, mesmo assim, acabaram levando grupos de hominídeos a engatinhar juntos no chão da floresta, se perguntando por que os seus ancestrais não paravam de defecar na cabeça deles.
Um milhão e meio de anos depois, na África, eles continuavam do mesmo jeito, só que a essa altura tinham feito uma série de descobertas milagrosas que tornaram a sua luta diária pela sobrevivência muito mais fácil. A primeira foi a pedra, que o homem primitivo percebeu, depois de muitas tentativas e erros, que não era uma espécie de batata muito dura que, se fervida por mais tempo, acabaria se tornando comestível. Durante algum tempo, o único emprego que conseguiram encontrar para as pedras foi jogá-las para cima tentando acertar os macacos que não paravam de defecar, de modo que o homem primitivo fez muito isso, já que ainda não conhecia completamente as leis da gravidade. Depois, eles começaram a fazer ferramentas com a pedra, conquistando o apelido de Homo habilis (Literalmente, pessoa que passa muito tempo em lojas do tipo “faça você mesmo”). Essas ferramentas não eram grande coisa como arma de caça, por isso a alimentação deles geralmente se baseava em frutas e nozes – que os macacos de vez em quando atiravam neles por pena. Que humilhação! Um belo Planeta dos Macacos, o Início, isto é, se houvesse entre eles um viajante do tempo antenado e metido a cineasta.
Eles também descobriram o fogo, que mais uma vez, depois de várias tentativas e erros, finalmente perceberam que não era um tipo de roupa que pudessem usar para se aquecer. Infelizmente, como se passariam muitos milênios antes que Lorde Baden-Powell criasse o movimento dos Escoteiros, eles não sabiam efetivamente como fazer fogo, por isso tinham de esperar que ele ocorresse naturalmente, provocado por um relâmpago ou por alguma outra forma de combustão espontânea. Então, eles o carregavam para onde quer que fossem, agitando-o de um lado para o outro entusiasmadamente, de uma maneira completamente sem noção – característica do homem das cavernas.
 
O Homo habilis cantou de galo durante 200 mil anos, até que foi finalmente suplantado pelo orgulhoso, forte e saudável Homo erectus – um nome que a maioria dos antropólogos ainda não consegue pronunciar sem dar risadinhas. (Vocês pensaram a mesma coisa, hein?) Bem, aprimorando suas ferramentas de maneira a incluir machados e facas (mais sofisticados, mas ainda feitos de pedra), eles foram provavelmente os primeiros autênticos caçadores, formando sociedades de caçadores-coletores nas quais saíam para caçar enquanto as mulheres ficavam em casa para colher frutos. É claro que esse esquema mudou pouco ao longo dos milênios, embora hoje em dia as mulheres possam obter toda a carne e todas as frutas que quiserem no supermercado, o que as deixa livres para adquirir outras coisas mais importantes, como sapatos, por exemplo. Os homens, nesse meio-tempo, tornaram-se inteiramente supérfluos. A não ser que elas ainda queiram ter seus “filhotes” sem inseminação artificial.
Além de caçar, o Homo erectus finalmente descobriu como fazer fogo esfregando meticulosamente dois pauzinhos em uma pilha de cinzas secas até sair praguejando de frustração e encontrar o isqueiro Zip que sua esposa por sorte se lembrou de comprar antes de fazer as malas. Isso tornou a vida deles muito mais fácil, principalmente porque eles estavam passando por uma era do gelo. A fogueira do acampamento se tornou não apenas um lugar para cozinhar, mas também uma sala de estar. O grupo se reunia à noite para contar as histórias das caçadas e as atividades do dia, e mais tarde alguém pegava um violão ou um instrumento qualquer e todos começavam a cantar repetidamente “Kum Bah Yah”, que era tudo o que a linguagem primitiva da época conseguia produzir. Alguns minutos depois, o grupo caía na real e seus membros golpeavam o instrumentista com clavas até matá-lo. Veja que tocar violão em festinhas já era perigoso naquela época.

(DAVE REAR - HISTÓRIA DO MUNDO SEM AS PARTES CHATAS)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:40



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D