Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




.


O CONTO POPULAR AS QUATRO ESTAÇÕES narra a história de um homem que tinha quatro filhos e queria que eles aprendessem a não julgar as coisas tão depressa. Então ele enviou cada um, separadamente, para visitar uma pereira que ficava muito longe.

O primeiro filho foi no inverno, o segundo, na primavera, o terceiro, no verão e o filho mais jovem foi no outono.

Quando voltaram, o pai os chamou e pediu que, juntos, descrevessem o que tinham visto.

O primeiro filho contou que a árvore era horrível, dobrada e retorcida.

O segundo discordou e disse que ela estava coberta de brotos verdes e cheia de promessas.

Já o terceiro filho relatou que a árvore estava carregada de flores, tinha um aroma muito doce, uma aparência muito bonita e era a coisa mais linda que já vira.

O último dos filhos não concordou com os irmãos e falou que a pereira estava madura, com muitos frutos e cheia de vida.

Então o pai explicou aos filhos que todos estavam certos, pois eles só tinham visto uma das estações da vida da árvore.

Disse-lhes ainda que não devem julgar uma árvore – ou uma pessoa – conhecendo só uma de suas estações, e que a essência do que são – o prazer, o regozijo e o amor que o acompanham – só pode ser avaliada no fim, quando todas as estações já passaram.

 

(Allan Percy - Einstein para despistados)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:51


Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

subscrever feeds