Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Um Homem Só

por Thynus, em 06.12.10
á nos anos trinta, quando escreveu Adeus a Berlim, Christopher Isherwood afirmou queria transformar os seus olhos de romancista na objectiva de uma câmera fotográfica. Mas por um longo tempo - através de livros muito diferentes entre eles, e muitas vezes marcados por personagens fictícios ou reais - a intenção permaneceu como um daqueles devaneios estilísticos que os escritores, muitas vezes perseguem durante toda a vida, sem nunca os realizarem. Mas no seu último romance – este - Isherwood transforma uma jornada na vida de George, um professor de Inglês não mais jovem que vive na Califórnia, numa “seca”, e por isso mesmo, comovente, sequência de acontecimentos marcantes. Não é um dia especial para George: apenas mais vinte e quatro horas sem Jim, seu parceiro morto num acidente. Vinte e quatro horas entre a desconfiança dos vizinhos, a proximidade consoladora de Charlotte, a raiva contra os livros lidos durante a vida, mas agora inúteis, e o desejo de um corpo jovem apenas vislumbrado, mas que talvez seja já tarde demais para tocar. O suficiente para compor um retrato que não pode ser esquecido, e uma história que surpreendeu a todos com sua liberação, soando demasiado verdadeiro para não ser escandaloso.
Íntimo, nunca banal, fala de um homem que em 24 horas quer tentar e começar uma nova vida. Triste, mas útil para compreender o que está por trás de um rosto, mesmo o mais anónimo que todos os dias podemos encontrar ...
Christopher Isherwood foi um reputado escritor reconhecido pelas suas obras relacionadas com Berlim, para onde foi atraído na juventude devido à relativa liberdade sexual que se vivia na cidade nos anos pré-guerra, como Mr. Norris Changes Trains e um conjunto de contos com o título Adeus a Berlim (Goodbye to Berlin (em inglês)), que foram fonte de inspiração para a peça I Am a Camera (em inglês) de John Van Druten (em inglês) e posteriormente para o musical, depois passado a filme, Cabaret, Adeus Berlim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:13



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D