Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A IGREJA E O PRESERVATIVO

por Thynus, em 06.12.10

"O papa apoia o uso do preservativo apenas para a prostituição. Ratzinger insiste, porém, que "não é o caminho adequado para superar a propagação da SIDA". "Pode haver casos concretos em que está justificado o uso de preservativo." São palavras do Papa Bento XVI recolhidas no livro-entrevista a ser publicado na próxima terça-feira em todo o mundo e do qual o L'Osservatore Romano, o jornal do Vaticano, adiantou ontem algumas passagens. É a primeira vez na história da Igreja que um pontífice se abre ao uso do preservativo, mesmo que parcialmente, em algumas "singulares" circunstâncias. "Por exemplo, quando um(a) prostituto(a) usa um preservativo e este pode ser o primeiro passo em direção a uma moralização, um primeiro acto de responsabilidade para desenvolver novamente a consciência de que nem tudo é permitido e de que não se pode fazer tudo o que se quiser" especifica o papa alemão. "No entanto, esta não é a maneira apropriada e verdadeira para vencer o contágio da SIDA. Realmente, é precisa uma humanização da sexualidade", continua o Pontífice.

Bem, a Igreja já está dando o primeiro passo: admite, apenas para a prostituição, o uso do preservativo. Acabará rectificando totalmente, sob pena de continuar a perder a credibilidade. É que o sexo não se destina apenas à geração da prole. Tem a ver, e muito, com o estado psicossomático do casal onde estão em causa factores como intimidade, cumplicidade, equilíbrio fisiológico e emocional... Também é por aqui que passa a "humanização da sexualidade". Contrariamente ao que pensa a hierarquia eclesiástica, o sexo é também humano, demasiadamente humano.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:32


1 comentário

De Oiced Ocam a 06.12.2010 às 21:46

Parabens pelo seu Blog!
Segue a minha contribuição.

È difícil de acreditar…mas já é um primeiro passo!

É inegável que muitas pessoas de fé fazem sacrifícios heróicos para aliviar o sofrimento de outros seres humanos. Mas será que é necessário acreditar em qualquer coisa , sem ter priovas suficientes, para agir dessa maneira?
Se a compaixão realmente dependesse do dogmatismo religioso, como explicar o trabalho de médicos não-religiososos que atuam no mundo em desenvolvimento, nas regiões mais destroçadas pelas guerras?
Há muitos médicos motivados pelo desejo de aliviar o sofrimento humano, sem nenhum pensamento acerca de Deus. Não há dúvida de que missionários cristãos também são movidos pelo desejo de aliviar o sofrimento humano; mas eles abordam essa tarefa carregando o pesado fardo de uma mitologia perigosa e causadora de desavenças. Os missionarios no mundo em desenvolvimento desperdiçam muito tempo e dinheiro (sem falar na boa vontade dos nãos cristãos) fazendo proselitismo com os necessitados; eles informações inexatas a respeito de métodos anticoncepcionais e doenças sexualmente transmissíveis (por exemplo Madre Teresa de Calcutá-na India) e se recusam a transmitir informações precisas.
Se é verdade q os missionários fazem muitas coisas nobres, com grandes riscos para si mesmos, o fato é q seu dogmatismo dissemina a ignorância e a morte. Sabe-se de casos em que missionários cristãos pregaram que usar camisinhas é pecado, em localidades onde não há nenhuma outra informação acerca do assunto.
EM CONTRASTE , VOLUNTÁRIOS DE ORGANIZAÇÕES SECULARES . como a MÉDICOS SEM FRONTEIRA, NÃO DESPERDIÇAM TEMPO ALGUM FALANDO COM AS PESSOAS SOBRE O NASCIMENTO VIRGINAL DE JESUS. TAMPOUCO DIZEM À POPULAÇÃO DA ÁFRICA ONDE MILHÕES DE PESSOAS MORREM DE AIDS A CADA ANO, QUE É PECADO USAR CAMISINHA.

NEM É PRECISO DIZER QUE, SE A DOUTRINA DA IGREJA MUDAR EM CONSEQÜENCIA DESSAS PIEDOSAS DELIBERAÇÕES do VATICANO,

ISSO NÃO SERÁ SINAL DE QUE A FÉ É SÁBIA,
E SIM DE QUE UM DE SEUS DOGMAS SE TORNOU INSUSTENTÁVEL !

De minha parte prefiro ser agora ( após terem me enganado e iludido durante 50 anos) um Humanista, Ateu livre pensador e Humanista …do que um crente hipócrita!

LEITURAS DE ESCRITORES RECOMENDADAS:
Dawkings, HITCHENS, SAM HARRIS, SARAMAGO...BARTH D. ERHAMN

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D