Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

Pesquisa coordenada pelo professor Jerry Siegel era sobre narcolepsia, um distúrbio do sono, mas revelou uma nova proteína relacionada à felicidade: a hipocretina, produzida pelo hipotálamo do cérebro.

Ah se a vida fosse feita só de momentos felizes. Há 15 anos, uma área da ciência, a psicologia positiva, estuda os efeitos dos bons sentimentos na saúde. Dessa árvore brotou a teoria do flow, fluxo em inglês, um estado mental em que você se despluga da vida. Atinge a felicidade mesmo sem se dar conta dela.

“Um estado emocional muito positivo gera bem estar, reduz estresse, reduz irritação, reduz ansiedade, melhora humor, ela fica mais alegre, mais animada”, afirma Helder Kamei.

O estado de fluxo pode ser alcançado em uma atividade esportiva, religiosa ou artística, como a dança, alvo do pesquisador da USP de São Paulo.

“A dança te faz sair um pouco da sua realidade, do seu dia a dia, daquele estresse, ela te relaxa. É aquele momento que você está ali, simplesmente para dançar com aquele parceiro, com aquela pessoa”, ressalta Vanessa Teixeira Herrera, professora de dança de salão.

“As emoções e os sentimentos positivos, eles estão correlacionados com melhor saúde física, com menor incidência de doenças cardiovasculares, hipertensão, derrames, diabetes”, completa Helder Kamei.

As emoções positivas nos deixam embriagados pela química natural da felicidade. É mais satisfeito com a vida quem produz maior quantidade de hormônios do bem estar, como serotonina e a dopamina.

Em um centro de estudos da Universidade da Califórnia, uma nova descoberta deixou a comunidade científica mais feliz. A pesquisa coordenada pelo professor Jerry Siegel era sobre narcolepsia, um distúrbio do sono, mas revelou uma nova proteína relacionada à felicidade: a hipocretina, produzida pelo hipotálamo do cérebro.

“Quando as pessoas estão sorrindo ou felizes, a hipocretina tem níveis muito altos”, explica Jerry Siegel, professor de Psiquiatria da Universidade da Califórnia.

Até agora, a hipocretina era ligada apenas ao estado de alerta, o metabolismo que nos mantém acordados. O trabalho divulgado este ano em uma das mais importantes publicações científicas internacionais revelou que a falta dessa proteína pode levar à depressão. A descoberta poderia resultar em um medicamento?

“Sim, poderia. Já fizemos experimentos em animais que estavam sonolentos e lançamos um spray à base de hipocretina no nariz deles, ficaram mais alertas. Acho que há uma real possibilidade de produzir um medicamento. E dar a um ser humano pode torna-lo feliz”, revela Jerry Siegel.

Outro estudo americano analisou o comportamento de irmãos gêmeos idênticos, que têm o mesmo DNA para avaliar o peso da genética na construção da felicidade. Os pesquisadores criaram uma teoria matemática para a satisfação com a vida.

Para compreender esses números, vamos imaginar que a receita para ser feliz esteja em uma pizzaria. Vamos fazer da pizza um gráfico.

Segundo os estudos, metade da felicidade está dentro de nós, na biologia de cada um, já nasce com a gente. 10% vêm do acaso, de acontecimentos que não temos como prever ou identificar. E 40%, veja que fatia grande, vêm das nossas escolhas, das decisões que tomamos. Isso significa que boa parte da felicidade está mesmo em nossas mãos. Depende do esforço de cada um saber saborear o que a vida tem de melhor.

(Globo Repórter)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:43



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D