Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

Os seres humanos têm usado a linguagem como sistema de comunicação por centenas de milhares de anos. A linguagem é uma tentativa de expressar o que se está vivenciando no cérebro. No entanto, por mais rica que ela seja, nunca poderá expressar inteiramente o que está acontecendo dentro do cérebro. Por isso, as pessoas não compreendem umas às outras e, como resultado, ocorrem perdas.
O engano na comunicação faz perder dinheiro no trabalho. Na escola, custa o futuro de muitas crianças, ou seja, o nosso futuro. O engano na comunicação com a família e amigos custa amor e satisfação. O engano consigo mesmo custa seu sucesso, felicidade e prosperidade. Quase tudo de indesejável poderia ser evitado se tão-somente pudéssemos nos comunicar eficazmente.
Vamos começar com a comunicação interior, isto é, a sua comunicação consigo mesmo. Neste caso, a linguagem que usamos é de fundamental importância para conseguirmos o que desejamos. Infelizmente, mais de 95% da população do mundo possuem uma “conversa negativa”. Mostrou-se que até a idade de oito anos ouvimos mais de 1000.000 vezes a palavra “não”. Nosso cérebro é condicionado à conversa negativa. Por isso, nos condicionamos a enfocar mais o que “não” queremos do que o que desejamos. Por exemplo, em vez de dizer a mim mesmo “Eu quero ter sucesso”, eu digo “Eu não quero falhar” ou, em vez de dizer “Eu quero ser magro”, eu digo “Eu não quero ser gordo”. O subconsciente é muito direto e sempre pega o atalho. Vamos experimentar um exemplo, com você mesmo: antes de continuar lendo, levante a sua mão direita. Agora. Levantou? Se você estivesse hipnotizado, você levantaria somente a mão, e não a mão e o antebraço, como você provavelmente fez. O inconsciente vai direto ao assunto. O assunto de uma frase negativa não é o não. Então, ele omite os “nãos”. Por exemplo, não pense na cor vermelha!!! Não pense numa maçã!!! Como você já percebeu, já é muito tarde. Mesmo sublinhando o “não pense”, você certamente pensou no vermelho e na maçã. Talvez, até mesmo, numa maçã vermelha! O mesmo acontece quando do você diz “Eu não quero falhar”: O subconsciente registrará “falhar” e você, sem perceber, está fazendo tudo para falhar.

Concentrar-se no que você não quer, em vez de concentrar-se no que você quer, é como dirigir um carro olhando pelo retrovisor.

Enfocar o que você não quer, em vez do que você quer, é como dirigir um carro olhando no espelho retrovisor. Você sabe de onde está vindo mas não sabe para onde está indo! Assim, uma maneira de melhorar nossa existência neste planeta é aprender a usar melhor a linguagem quando dialogamos com nós mesmos, usando esta voz atrás de nossas cabeças. Que voz? Esta que está perguntando “Que voz”.
Mudando a autocomunicação podemos mudar a representação interna e, portanto, o estado emocional em que nos encontramos.

(Lair Ribeiro - O Sucesso não acontece por acaso)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:37



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D