Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




TIRANIAS

por Thynus, em 24.07.13

 

Elas podem ser internas ou externas e facilitam-se mutuamente, têm ação de reforço. Sempre parecemos precisar delas pois, quando nos livramos de uma, logo arranjamos outra. A sociedade atual, com seu aparente liberalismo, continua exercendo várias formas de tirania, a maior delas talvez seja a ditadura econômica.
Os economistas terão mil explicações para todo o desarranjo e a desigualdade do planeta, mas são apenas discursos e, em sã consciência, não se pode deixar de admitir que deve existir alguma razão mais profunda, inconsciente e portanto desconhecida por nós, que nos leve a lidar tão mal com a questão de distribuir riquezas e viver em paz.

Acredito que, no cerne dessa dificuldade, esteja o mesmo instinto que produz dominação. Não quero aqui elogiar nem atacar nenhum dos sistemas inventados pelo homem para regular essas relações. Todos de alguma forma se revelaram falhos e precisaremos continuar trabalhando essa questão, talvez por muitos séculos ainda. O fato, que para essa análise basta, é que o dinheiro é um meio de poder e o veículo de tirania mais usado na atualidade. Facilita a escravização humana, a serviço mais do nosso sadismo que de qualquer outra justificativa consciente que tenhamos.
A competitividade coloca-nos na tensa posição de ter de ser o melhor e alija-nos do que há de agradável na convivência pacífica. Cria, para nós mesmos, verdadeiros infernos de esforço para corresponder a essas expectativas que assumimos como nossas, e incrementa nossa sensação de solidão. O homem urbano contemporâneo possui muito e vive mergulhado em solidão.


(Manoelita Dias dos Santos - "A lógica da emoção, da psicanálise à física quântica")

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D