Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Deus e o diabo

por Thynus, em 04.06.13

 

São equivalentes. Use a definição de deus que quiser. Só neste blog tem três (por enquanto). Desde Santo Agostinho já se santificava o trabalho e se demonizava o ócio. Quem está trabalhando está servindo a Deus. A mente parada atrai o demônio, não é mesmo? Então, como Deus é tudo, Deus é deus quando está trabalhando, criando. E me parece que ele só fez isto durante seis dias, por isto não existia Diabo. Durante esses seis dias ele foi o criador. Ele trabalhou bastante e fez coisas belas acontecerem. Depois, no sétimo dia ele descansou. E o que ele fez? Nada! Se ele existe através de suas obras, a sua ausência provoca um vácuo que é preenchido pelo... diabo!
Então o ócio de Deus é o diabo. O diabo é o nada e deus é o tudo, mas tudo e nada são equivalentes, como o preto e o branco, o bem e o mal. Tanto faz escuridao total como luz total. As duas coisas impedem a percepcao de qualquer coisa visivel. O preto é equivalente ao branco. E o ócio? Ora, já dizia a Igreja: é pecado. Preguiça! E foi aí que surgiu o diabo.
Se Deus é tudo, é criação. A simples ausência do todo na hora que ele descansa produz o diabo da mesma forma que quando o dia descansa produz a noite. Quanto mais deus descansa, mais o diabo trabalha. Então Deus criou (tornou-se) o Diabo quando descansou, e como todas as coisas extremas que se complementam (como tudo/nada, dia/noite, escuro/claro, bem/mal) não existe uma diferença substancial entre elas (o dia e a noite não existem como coisas, são apenas estados) então Deus é um só, e tem um estado deus, e um estado diabo.
"Foi deus mesmo que, acabado seu trabalho e assumida a forma de serpente pôs-se ao pé da ciência — assim descansou do cansaço de ser Deus. Fez bem... O diabo nada mais é que o ócio de deus a cada sete dias..." (FRIEDRICH WILHELM NIETZSCHE - "ALÉM DO BEM E DO MAL")

Vladimir Eriatlov

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:02



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D