Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Qualquer pessoa tem o direito de ser feliz e de mudar seu próprio destino sem que, para isso tenha que se tornar inconseqüente. Tanto a rigidez da personalidade quanto a excessiva liberdade prejudicam sua felicidade. Cultivar uma personalidade agradável é importante na aquisição da felicidade. A personalidade deve ser exercida de acordo com o meio e as circunstâncias sem que se traia a própria natureza. Tornar-se uma pessoa feliz é uma proposta que deve levar o indivíduo ao encontro do si mesmo, de sua essência mais íntima. Uma pessoa necessariamente não é alguém que tem títulos, conhecimentos intelectuais, coisas ou que goze de certo prestígio. É alguém que sabe ser gente, quando apenas isso é necessário. Para que acumular tanto saber se ele não for capaz de levar o ser humano à felicidade? É preciso tentar ser feliz com o mínimo que se tem e ir em busca do que se deseja sem se tornar escravo do próprio desejo.
Muitas vezes, pensamos que se tornar uma pessoa é ter outra à qual se possa recorrer. Outros acham que precisam de heróis para que possam mirar-se em busca da felicidade. A felicidade real prescinde de heróis, de referenciais externos e de coletivização. Quem necessita de heróis está afastado de si mesmo. Não se afaste de você mesmo, fugindo de sua essência e entregando-se demasiadamente ao mundo externo. Sempre que recorrer a uma figura externa, mesmo que para lhe dar força, você estará se afastando de si próprio. Caso esse exemplo realmente venha a lhe trazer alento e motivação, siga-o. Mas, adiante, retome sua própria vida.

(Adenauer Novaes - "Felicidade sem culpa")

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:58



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D