Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um estudo francês concluiu que os cães também usam o olfato para ajudar a distinguir os estados emocionais dos seres humanos (Hubert Montagner, L'Attachement: Les Debuts de la Tendresse). Não sou cientista, mas, depois de passar uma vida inteira ao lado dos cães, minha opinião é que, sem dúvida, eles podem usar o olfato para perceber até mesmo as mudanças mais sutis na energia e na emoção dos seres humanos ao redor deles. É claro que nem sempre os animais conseguem entender o contexto de nossos problemas - eles não sabem se sofremos uma decepção amorosa, se estamos enfrentando um divórcio ou se perdemos o emprego, pois essas situações humanas não significam nada para eles. Mas tais situações criam emoções - que são universais. Doença e tristeza são sempre doença e tristeza, para qualquer espécie.
Os animais não são ligados apenas a outros animais - eles parecem capazes de captar a energia da terra também. A história está cheia de casos de cães que parecem "prever" terremotos ou gatos que se escondem no porão horas antes de um tornado. Em 2004, meio dia antes de o furacão Charley atingir o litoral da Flórida, catorze tubarões monitorados com chips eletrônicos, apesar de nunca haverem abandonado seu território em Sarasota, repentinamente partiram em busca de águas mais profundas. E pense no terrível tsunami que atingiu o sul da Ásia no mesmo ano.1∗ De acordo com testemunhas, uma hora antes de a onda gigante atingir a costa, elefantes que serviam de atração para turistas na Indonésia começaram a gemer e até arrebentaram suas correntes para fugir para áreas mais altas. Na região toda, os animais dos zoológicos correram para seus abrigos e se recusaram a sair, os cães não queriam ir para a rua e centenas de animais selvagens do Parque Nacional de Yala, no Sri Lanka - leopardos, tigres, elefantes, javalis, veados, búfalos e macacos -, também fugiram para uma área segura.∗ Esses são alguns dos milagres da Mãe Natureza que continuam a me impressionar: são exemplos brilhantes da poderosa linguagem da energia em atividade.
Uma coisa importante a lembrar é que todos os animais ao nosso redor - especialmente os de estimação, com quem dividimos nossa vida - leem nossa energia a cada momento do dia. É claro que podemos dizer o que quisermos, mas nossa energia não consegue mentir, ela não mente.

(Cesar Millan - "O encantador de cães")

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:49



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D