Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Porque Não Podemos Ser Cristãos (e muito menos católicos)

A primeira estação da nossa Via-Sacra é o começo de todos os começos: mais precisamente, a mitologia judaica da criação do mundo e do homem, contada em duas versões diferentes e contraditórias nos capítulos do Gênesis I-XI.” Assim começa esta viagem que o matemático Piergiorgio Odifreddi faz nas Escrituras e na História da Igreja, até aos nossos dias.
Como cientista, ele considera a afirmação de que o Deus da Bíblia é o único Deus verdadeiro, como uma "blasfêmia" contra aqueles homens de boa fé, de Pitágoras e Platão a Spinoza e Einstein, que sempre o identificaram com a inteligência do universo e a harmonia do mundo.
Como cidadão, afirma que o cristianismo não foi a mola do pensamento democrático e científico europeu, mas o freio (travão) que reprimiu severamente o desenvolvimento moral e civil, e acredita que o anti-clericalismo hoje é mais uma defesa do Estado secular que um ataque à religião da Igreja.
Como autor, finalmente, lê o Antigo e o Novo Testamento e as posteriores elaborações dogmáticas da Igreja desmascarando-os, com uma crítica tão forte quanto convincente, não só nas suas inconsistências lógicas mas também na falta de fundamentos históricos, dando à razão o que é da razão e fazendo emergir a verdade dos textos, ou seja, diz Odifreddi, que "Moisés, Jesus e o Papa estão nus".

Um belo livro que deveria ser lido por crentes e não-crentes a fim de esclarecer idéias. Deveria ser inserido como livro de texto nas escolas, de tal modo que as crianças pudessem fazer uma confrontação entre o que o catolicismo de forma martelante ensina e um livro oposto que desmascara todas as superstições religiosas e os escândalos e mentiras do Vaticano e da Igreja ao longo dos séculos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 13:34


Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

subscrever feeds