Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Nome da Rosa

por Thynus, em 06.12.10
Surgida a partir da narrativa de um velho monge que recorda a sua estadia num mosteiro beneditino, juntamente com seu mestre, a história é interessante e bem articulada.
Ambientada nas trevas da Idade Média, em que a Igreja Católica domina as mentes e os corações das pessoas, em que é reprimida qualquer tentativa de idéias progressistas, neste convento ocorrem crimes. Mas, no fim, se rasgará o véu do mistério dessas mortes, revelando uma verdade incômoda e muito indecente referente aos frades que deviam viver na castidade ... Mas, no fundo, o autor não faz outra coisa que dizer uma verdade que é desconfortável para alguns ... Isto é, que a Igreja não foi nunca aquela Santa Instituição que parece ser. E isto apesar da Inquisição, a participação das bruxas e outras instituições fundadas para adormentar e aterrorizar as consciências humanas.
A narrativa, dividida em sete dias, marcados pelos ritmos da vida monástica, tem como protagonistas Guilherme de Baskerville, frade franciscano, e o noviço Adso de Melk, o narrador da história.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:03


Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

subscrever feeds