Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Depois de dezenas de estudos (quase todos do sexo masculino) e quase todos hipocritamente científicos sobre o "mistério" do orgasmo feminino, uma mulher embarca em uma pesquisa divertida que vai desde a coleta das teorias mais absurdas aos depoimentos em primeira mão sobre o prazer sexual. Prestando-se ela mesma e seu marido a um experimento ousado em campo. Mary Roach vai, observa, compara. Vai ao Centre for Sex & Culture, em São Francisco, onde lhe são mostradas as máquinas de sexo mais improváveis; vai a Taiwan para falar com um médico especialista em alongamento do pênis. Encontra os estudos do bisneto de Napoleão sobre o orgasmo feminino, conversa com estudiosos israelenses sobre o onanismo dos fetos e estuda as campanhas do século 18 contra a masturbação. E assim por diante, sempre com séria ligeireza. Com audácia e rigor. Entre os estudos encontrados por Roach sobressai por não-intencional comicidade o estudo sobre a ressonância magnética dos órgãos genitais masculinos e femininos durante o coito, vencedor em 2000 do Prémio Ignobel para a medicina.

"As pessoas pensam que fazer este tipo de pesquisas é próprio de um pervertido. Cada vez que me apresentava como uma sex researcher, arriscava um levantamento de sobrancelhas ", diz ela. De fato o estudo da fisiologia sexual - o que acontece, porquê e como fazê-lo melhor – ocorre desde há séculos, "por trás das portas fechadas dos laboratórios, nos bordéis, no sotão de Alfred Kinsey, e, recentemente, nos centros de ressonância magnética, em explorações de suínos, e, claro, em pesquisas e desenvolvimento de brinquedos sexuais. Durante dois anos Roach se infiltrou por trás dessas portas fechadas. Para responder a perguntas como: o orgasmo vaginal é um mito? O teu pênis é sete centímetros mais longo do que tu pensas? Pode um homem morto ter uma ereção? Porque o Viagra não ajuda as mulheres, e nem mesmo os pandas?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:16



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D