Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Desobediência civil

por Thynus, em 22.12.12

Se uma planta não pode viver de acordo com sua natureza, ela morre; e assim um homem. Não é desejável cultivar o respeito pela lei, tanto quanto o respeito por aquilo que é justo. A única obrigação que tenho o direito de assumir é fazer sempre o que eu considero justo.

Henry David Thoreau (1817-1862), rebelde aos costumes corruptos e gananciosos do seu tempo. Contrário à propriedade e ao lucro material trocou a civilização pela Natureza. Em 1845 estabeleceu-se numa cabana que construiu ele próprio junto ao lago Walden para "viver uma vida interior", inocente e simples, para uma felicidade terrena a ser apreendida na liberdade agreste.

O livro "Desobediência Civil", de Thoreau, é um breve ensaio publicado pela primeira vez em 1849 e por isso pode-se ler de graça na web. Inicialmente, o título escolhido por Thoreau foi "Resistência ao Governo Civil" (Resistance to Civil Government), só depois da sua morte, ele foi retitulado com "Desobediência Civil" (Civil Disobedience). Este livro é muito famoso e tem uma valência histórica importante, pois foi muito apreciado e influenciou personagens como Tolstoi, Gandhi e Martin Luther King. Em "Desobediência Civil" Thoreau expressa o seu pensamento político opondo-se firmemente à guerra mexicano-americana, em termos de preferir a prisão, em vez de pagar um imposto para financiar a guerra. Este breve ensaio não é o melhor em termos de desenvolvimento (tendo sido escrito no século XIX), mas ainda assim é muito interessante, porque alguns dos seus pensamentos ainda são válidos, como, por exemplo, as suas dúvidas sobre a validade da democracia ( expressa propriamente no final). Embora esteja disponível gratuitamente na internet, acho que um livro como "Desobediência Civil" deveria estar presente em cada casa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:04



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D