Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ayn Rand (1905-1982)

por Thynus, em 04.12.12

 

"Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada;
Quando comprovar que o dinheiro flui para quem não negocia com bens, mas com favores;
Quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você;

Quando perceber que a corrupção é recompensada e a honestidade se converte em auto-sacrifício;
Então poderá afirmar sem temor de errar, que a sua sociedade está condenada"

(Frase da filósofa russo-americana Ayn Rand (Judia, fugitiva da revolução russa, que chegou aos Estados Unidos na metade da década de 1920), mostrando uma visão com conhecimento de causa)

Ayn Rand

Em 1991, a biblioteca do Congresso americano fez uma pesquisa para saber qual o livro que havia exercido maior influência na vida das pessoas. O primeiro lugar coube à Bíblia. O segundo, a Quem é John Galt?, da escritora Ayn Rand. Desde quando foi lançado nos Estados Unidos, em 1957, este livro vendeu mais de 6 milhões de exemplares.

As obras de ficção e de não-ficção de Ayn Rand já venderam mais de 20 milhões de exemplares. Seu primeiro romance, We the living, (sem tradução para o português), foi publicado em 1936.


Ayn Rand nasceu em São Petersburgo, Rússia, em 2 de fevereiro de 1905. Testemunhou, portanto, já adolescente, a Revolução Russa. Ela sofreu duplamente com esse acontecimento. Primeiro, como toda família de classe média, do ponto de vista material. Segundo, porque desde muito cedo ela revelou grande interesse intelectual e a falta de liberdade que se instalou na Rússia soviética tornou a vida insuportável. Assim, em 1926, Ayn Rand consegue imigrar para os Estados Unidos onde, inicialmente, fixou residência na casa de parentes em Chicago. Após alguns meses mudou-se para Los Angeles onde viveu quase duas décadas produzindo roteiros para filmes e escrevendo os romances Anthem (1938) e The Fountainhead (1943), traduzido para o português sob o título A nascente.


É curioso notar que os dois primeiros romances de Ayn Rand foram levados para as telas. We the living teve uma produção pirata na Itália fascista sem o conhecimento de Ayn Rand. Quando as autoridades italianas compreenderam a mensagem ideológica favorável à liberdade individual, o filme foi proibido na Itália e só depois da guerra se soube da produção. O segundo romance foi produzido em Hollywood e dirigido por King Vidor, tendo Gary Cooper no papel principal. Eles podem ser vistos na biblioteca do IL.


A principal obra de Ayn Rand é, indiscutivelmente, Quem é John Galt? Trata-se de um "romance de tese" que já foi considerado por alguns críticos como o "Guerra e Paz" do capitalismo. A ação do romance transcorre num futuro indefinido nos Estados Unidos, quando as forças políticas "de esquerda" (socialistas ou sociais-democratas) já estão no poder. O país entrou em decadência e a economia caminha para o colapso. Esta obra se revela de enorme atualidade e interesse para o Brasil no início do século XXI. As políticas públicas adotadas na ficção de Ayn Rand são, em grande parte, iguais às em vigor no Brasil de hoje. Os slogans e chavões são os mesmos. Até os principais políticos da ficção têm as mesmas linhas de raciocínio e sofrem os mesmos defeitos de caráter dos políticos brasileiros da atualidade. John Galt é o principal personagem do livro. Ele conduz uma misteriosa greve dos homens "que pensam". Algumas das falas do livro tornaram-se clássicos em defesa do capitalismo, com o "discurso do dinheiro".


Quando nos anos 50 Ayn Rand mudou-se para Nova Iorque, ela acabou congregando em torno de si um grupo de jovens extremamente talentosos que se dedicaram a estudar seu pensamento. Entre eles, destacaram-se Alan Greenspan (ex-presidente do Banco Central norte-americano) e Nathaniel Branden, que se tornou um destacado psicólogo e autor de inúmeras obras sobre auto-estima. Eles chegaram a publicar juntos obras contendo seus ensaios, como Capitalism, the unknown ideal e A virtude do egoísmo – A verdadeira ética do homem: o egoísmo racional. Nesta obra, Ayn Rand trata de importantes questões como a ética em um mundo tomado pela irracionalidade, os direitos do homem e a natureza do governo ‘Um governo é o meio de colocar o uso retaliatório da força física sob controle objetivo – isto é, sob leis objetivamente definidas. ... As funções adequadas de um governo recaem sobre três largas categorias, todas elas envolvendo os problemas da força física e a proteção aos direitos dos homens: a polícia, para proteger os homens dos criminosos – as forças armadas, para proteger os homens dos invasores estrangeiros – os tribunais, para decidir disputas entre homens, de acordo com leis objetivas.’


Também pertenceu ao grupo dos jovens talentosos Leonard Peikoff, que se tornou herdeiro de Ayn Rand e hoje é o responsável pela difusão de suas idéias através do Ayn Rand Institute.

Ayn Rand morreu em Nova Iorque, em 1982. Várias de suas obras ainda são best sellers e todas elas continuam disponíveis, mesmo decorridos mais de 20 anos de sua morte, um feito raro no mercado editorial. 
  
 (Autores Liberais)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:55



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D