Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




...

por Thynus, em 03.12.12
Todos nós sonhamos com uma vida melhor numa sociedade melhor. Contudo, tornou-se difícil passar um dia que seja sem nos desiludirmos, sem nos sentirmos desapontados, sem nos sentirmos sugados pelas pessoas mesquinhas e egoístas que nos rodeiam. Parece que uma grande maioria de pessoas só está interessada nos seus ganhos pessoais. Tornaram-se rudes e arrogantes, críticas e insensíveis. As suas acções não só nos deprimem, como também nos fazem sentir que não podemos fazer nada para mudar este estado das coisas e que apenas os que estão no poder têm a capacidade de fazer a diferença.
Se conseguirmos aceitar que a nossa missão é sermos os seres iluminados do nosso planeta, nessa altura poderemos começar a mudar o mundo. Realisticamente, considero que as mudanças ocorrerão quando começarmos a praticar actos de gentileza todos os dias, quando fizermos pequenos gestos para tornar as outras pessoas mais felizes. Talvez a resposta seja oferecermo-nos como voluntários para ajudar os mais desfavorecidos. Talvez a resposta esteja numa questão tão simples como sermos simpáticos para alguém, fazer uma gentileza sem pedir nada, sem esperar nada em retorno.
A apresentadora de televisão e actriz, Oprah Winfrey, há anos que defende a prática diária de pequenos gestos de gentileza. Esses gestos não têm de ser forçosamente caros ou complexos. Não precisam de ser mais do que um sorriso agradável, um elogio espontâneo, um apoio dado a alguém que precisa de ajuda. Podem ser uma palavra gentil, uma gesto de carinho ou de preocupação, uma atitude de compaixão, a partilha de uma alegria, um apoio. A pouco e pouco, passo a passo, é possível operar uma enorme transformação na nossa sociedade. As pessoas começariam a sentir-se preenchidas com a gentileza das outras pessoas. As atitudes de receio e as inseguranças defensivas começariam a derreter-se perante o calor da gentileza.
O estranho deverá aproximar-se dos outros estranhos com acções benévolas. A gentileza e o carinho não podem ficar reservados apenas para os nossos familiares e para os amigos. Desse modo, a sociedade não sofrerá quaisquer mudanças. Temos que dar a mão uns aos outros, não apenas aos que são como nós.
Se conseguíssemos que cada um de nós fizesse todos os dias uns quantos gestos de gentileza, o mundo poderia ser mudado. No mínimo, conseguiríamos um bom começo.
Os nossos dias pareceriam mais suaves, menos desanimadores, e poderíamos albergar mais esperança para o futuro. O modelo de um comportamento gentil e compassivo em relação ao próximo devia ser o legado e o produto de exportação da América; não as práticas comerciais baseadas na ganância, sendo o dinheiro o seu fundamento e a concorrência feroz e desresponsabilizada o meio para atingir esse fim.
Acresceria ainda o facto de podermos tornar-nos modelos para as nossas crianças. Deste modo, ser-lhes-ia possível aprenderem o poder e a importância da gentileza. Assim poderiam também aprender que o número de pessoas alcançadas pelos seus actos de gentileza não é realmente importante. A importância está verdadeiramente no próprio acto em si.

(Brian Weiss, “A Divina Sabedoria Dos Mestres”)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:04



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D