Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Durante demasiados anos, durante séculos e milénios cuja história desconhecemos, Deus e a religião foram incompreendidos, distorcidos e conscientemente manipulados pela humanidade. O nome de Deus, talvez o símbolo supremo da paz, do amor e da compaixão, foi invocado para desencadear inúmeras guerras, assassinatos e genocídios. Hoje em dia, no dealbar do século XXI, as guerras "santas" infectam o nosso planeta como uma praga da época medieval. Como é que uma guerra pode alguma vez ser santa? Os termos são contraditórios, um oximoro horrível, um pecado absoluto, superficialmente disfarçado por uma racionalização manipulativa.
Deus é paz: Deus é amor. Esquecemo-nos, visto que fomos criados à Sua imagem, que Deus está nos nossos corações e que também nós somos criaturas de paz, seres de amor e divindade. Só pode haver uma única religião, porque só existe um Deus, o Deus de todos nós. Devemos amar-nos uns aos outros porque o amor é o caminho de regresso a casa. De outra forma, como as crianças de escola teimosas, seremos condenados a repetir ano após ano, até aprendermos a lição do amor.
Somente quando nos libertarmos dos nossos medos, quando encararmos as pessoas seguidoras de outras religiões como nossos iguais, como almas companheiras no caminho para o céu, somente então poderemos ser verdadeiros seres de amor, num sentido incondicional. Somos todos iguais; andamos todos a remar no mesmo barco. Nas nossas várias encarnações, já pertencemos a todas as religiões, a todas as raças. A alma não tem raça, não tem religião. Só conhece o amor e a compaixão.

(Brian Weiss - "A Divina Sabedoria Dos Mestres")

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:18



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D